Existência Relativa

28 de January de 2016

pra que mentir, fingir que (per)durou? 

Filed under: Uncategorized — Mãe de 04 @ 12:42 AM

você não quer. finge, brinca, engana, iludiria, mas você não quer. pode até ter chegado aqui com um desejo de, após deixar uma italiana lá ou uma catarinense aculá, querer, mas você não quer. 

não me visto de rosa, prefiro laranja. gosto de obelix e de chocolate amargo. soda italiana nunca desceu bem. 
e sim, eu sou das redes e me perco nas linhas, nas alturas e principalmente na profundidade delas: existentes ou não. 

e não existe conexão. a linha está ocupada. o fluxo está interrompido e não meu bem, a culpa não é sua. simplesmente por não ser unilateral. 

eu também não quero mais. desde sempre. achei que queria por anos, achei que precisava, achei que era o certo e o que me traria luz, mas de achismos me enchi de incertezas. mas eu não quero mais, não mesmo. só nos restam nós e a nós o adeus. foi assim, é assim. e que você seja livre e feliz. que você seja Itália, Catarina, Portugal ou, por Um Instante, até mesmo brasiliense.

eu não quero mais. você não quer mais. 

the end. 

Advertisements

Leave a Comment »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: