Existência Relativa

12 de January de 2014

a última peça

Filed under: Uncategorized — Mãe de 04 @ 11:49 PM

quem se preocupa tanto com o significado das palavras, as escolhe muito bem.
quem valoriza tanto um palco, atua e se prepara para a cena muito bem.
quando uma história está cheia de falhas e o texto com palavras omitidas ou
empregadas de forma tão clara para uns e tão opacas para o outro, a peça não fecha, a cabeça não encaixa.

– Verdade! Cadê a verdade do seu texto?, exclama o diretor.
– Ficou ao norte, do outro lado do rio., pensa reticente o ator.

faltam fatos para montar esse cenário e sobram sentimentos para terminar o enredo.
e assim a platéia sente o nada. o diretor retoma o texto do início e as inverdades estão lá também.

E cadê o ponto final?

Advertisements

Leave a Comment »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: